Apresentação do Manual do Eleitor

 

                                Apresentação do Manual do Eleitor*

        Fala o cidadão pela sua qualidade de participação. Fala o candidato político pela sua ética de comportamento. Participar com ética é, sem dúvida, o voto por excelência em tempo de campanha eleitoral.

        Com a finalidade de realizar este mais alto desejo, o jornalista JOSÉ LUIS quis colaborar tanto com o eleitor quanto com o candidato e seus auxiliares. Percorreu toda a legislação eleitoral, escrutando-a em todos os seus aspectos, fazendo dela um instrumento valioso e ao alcance de todos e todas que quisessem viver uma campanha eleitoral cidadã.

        Não se discute e nem se analisa o conteúdo deste “MANUAL ELEITORAL 2008”. Basta utilizá-lo para descobrir a sua razão de ser e admirar seu Autor pela pertinência da matéria e pela atualidade da publicação. Você, leitor, querendo uma resposta resumida de o comportamento a seguir no decorrer da campanha eleitoral, percorre a primeira parte. Quer estudar de maneira mais detalhada os assuntos de PROPAGANDA ELEITORAL, CONDUTAS VEDADAS e PESQUISAS ELEITORAIS, basta ir à segunda parte. Caso você queira saber algo a respeito da COMPRA DE VOTOS, PRESTAÇÃO DE CONTAS, e POSSIBILIDADES DE INELEGIBILIDADE, chega logo à terceira parte. Enfim, a quarta parte lhe dá acesso ao CALENDÁRIO ELEITORAL e a algumas tabelas importantes a ser consultadas.

        Ser POLÍTICO é uma das vocações mais dignas que o mundo conhece. Aprender a ser político e a FAZER POLÍTICA é uma aprendizagem corajosa que os tempos atuais exigem.  Passar de uma mentalidade mesquinha e fechada a serviço dos interesses individuais, navegando numa promiscuidade entre o público e o privado, a uma mentalidade generosa e aberta a serviço do BEM COMUM, só pode se concretizar por pessoas apaixonadas pelo seu povo e pela sua pátria. Queira que este “Manual” sirva para conquistar mais um passo na vida política dos municípios. Será a maneira mais concreta de agradecimento dirigida ao seu  AUTOR pelos muitos esforços que dedicou em confeccioná-lo.

        O Papa Paulo VI escrevia que “a política é uma maneira exigente de viver o engajamento cristão ao serviço dos outros”.  Como fazer para que a política, neste tempo de eleições, seja a “arte do possível”? As eleições dos últimos anos são o resultado de fracassos, de angústias, de demorados sofrimentos, de teimosia no trabalho e de uma fé profunda que sempre os sustentou. Apesar de todas as suas ambigüidades e limitações, são resultados inéditos. Somos cada vez mais conscientes da necessidade da participação para continuar e sustentar o espaço conquistado na construção do NOVO.

        Com esta obra, o AUTOR abre um espaço de trabalho articulado, aberto e corajoso para realizar um processo competente e participado. PARABÉNS!

                                               Victor Asselin

* José Luis Melo, jornalista em São Luis do Maranhão, Brasil, estudou a legislação eleitoral do Brasil e elaborou um manual para os eleitores na ocasião das eleições de 2008. Eis a apresentação do Manual.

Comments are closed.